quinta-feira, janeiro 05, 2006

Tormentos


A Memória é o Maior Tormento do Homem

(Friedrich Nietzsche)
Este filósofo, que foi... resumindo, um grande sacana, ao desenvolver e publicar uns conceitos esquisitos de humanismo que viriam a servir de molde para a política básica do Nacional Socialismo antes e durante a 2ª Grande Guerra, com os nefastos resultados que todos sabemos.

Mas desta vez, a citação até faz muito sentido:
  • Durante todo ano que passou, a recorrente recordação do 3 de Outubro, foi um tormento para mim. Note-se que o tormento é recordar, mas se não tivesse memória, tinha esquecido, já não recordava, por isso a causa do tormento está na memória.
  • Quando era estudante e não me conseguia lembrar daquilo que tinha aprendido, e que devia estar na memória, mas parece que afinal não estava, tinha esquecido. Aqui o tormento era não recordar e chumbar no exame, por isso a causa do tormento estava na memória ou na falta dela.
  • O tema dos azulejos na fotografia recorda-me o tormento que passei, quando tive que ler, analizar, interpretar, etc, "Os Lusíadas" de Luis de Camões, num exame final no liceu. Lembro-me tão bem o que eu sofri em meia hora - o suor escorria pelo meu tronco como água e a minha boca secou durante a leitura do episódio do "Cabo das Tormentas" - um verdadeiro tormento.
  • E recordar os estudos e a universidade também é tortura - por lembrar o meu curso inacabado... esteve quase!

1 comentário:

Anónimo disse...

Mas Gigi nunca temos idade limite para acabar o que não acabamos,por isso maõs à obra e toca acabar esses rabinhos que ficaram, e até com mais vontade e boas notas.Beijinhos da Maria

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...