quarta-feira, outubro 01, 2008

Retratos (3)


..continuação

Uma vez flanqueada a portaria, o vírus da “má disposição”, passa facilmente ao ataque do pessoal do Balcão de inscrições para atendimento.


«Então o que é que o traz cá? Ah, sim, acha que está doente mas não sabe o que é que tem… ora bem, para já, tem que pagar a taxa moderadora! Para quê? Ora pois, como o próprio nome diz, é para moderar... o quê? Os impulsos! Os abusadores que têm a mania de recorrer aos serviços médicos do SNS sempre que desconfiam que estão doentes. Bem, vá lá…»

O Cartão de Utente. O Número de Contribuinte? Esse, não é preciso. Aqui, o que faz falta é o Número de Beneficiário (é verdade, tinha-me esquecido e convém realçar que, neste caso, o contribuinte queixoso é considerado um beneficiário – o que só piora as coisas, pois em princípio, quem que beneficia deve limitar-se a receber o que lhe quiserem dar e não se armar em “pobre e mal agradecido”- não tem direito a reclamar.


Umas dicas:
- convém ter à vista, o Cartão de sócio do SLB - se possível com as quotas em dia. Não é ainda obrigatório, mas pode ajudar, dado que, é enorme a probabilidade de o candidato a doente vir a ser atendido por um funcionário, adepto do Benfica.
Estima-se em cerca de 6 Milhões o número de adeptos e simpatizantes do Glorioso.

- e é sempre bom ter a jeito o Cartão de Sócio do ACP, para chamar um reboque, na hipótese (bastante frequente) de o beneficiário vir a ser redireccionado para outro local de atendimento, geograficamente distante.


(...mas, isto ainda não é tudo. Continua.)

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...