quarta-feira, maio 02, 2007

a Fonte 90



Todas as fontes têm uma história.
E quase sempre faz parte dela uma lápide com alguma coisa escrita:

que nos pode informar, qual o seu nome, ou como é mais conhecida, quando foi construída, quem a construiu, quem foi o arquitecto, quem a mandou fazer, para quem servia, ou quando muito, se tem água potável ou não e se é proibido (ou não) lavar automóveis no local.

Talvez seja o caso desta fonte, mas não sei, porque me esqueci; nem sei como se chama, nem onde fica situada, só sei que se trata de um Real Chafariz das Águas Livres de Lisboa, por causa do brasão na frontaria - o resto, foi por água abaixo quando aqui lavei algumas memórias.

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...