terça-feira, novembro 04, 2008

a ver navios 42


Fartei-me de olhar
para esta fotografia
a ver se conseguia
uma história inventar

Tudo o que eu queria
era ter o que contar
conseguir congeminar
pelo menos uma poesia

É falta de imaginação
estou lixado do juízo
agora o que é preciso
é encontrar inspiração


(pois é... vou procurar para outro sítio)

2 comentários:

Anónimo disse...

Eu tenho um amigo que gosta do mar.
Sonha, olhando ao longe, os barcos passar.
De tanto os olhar, já sonha embarcar,
Um dia qualquer para outro lugar.
Não partas amigo, deixa-te ficar,
Tira os teus retratos que, mostram o mar.
Sonha com viagens, sem nunca embarcar.
Aqui tens amigos, deixa-te ficar.

Maria

O Bicho disse...

Obrigado, Maria, vou continuar
Aqui neste cantinho a "postar".

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...