terça-feira, abril 14, 2009

a fonte 373



Parei em Campo-Maior
terra extrema do Alentejo,
só para dar ao meu amor
um abraço e mais um beijo.

Não trago prenda de valor.
Parabéns! É que eu desejo.
E para animar e dar calor,
bebemos um licor de poejo.

Não querendo ficar atrás
Miguel, o nosso rapaz
falou de cima do coreto

e disse: "- eu também
dou os Parabéns à Mãe!"
Para ela vai este soneto.

1 comentário:

Maria disse...

Parabéns e beijinhos para a Mãe dos amigos
Maria e Costa

Parabéns aos poetas pelo soneto

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...