quarta-feira, janeiro 07, 2009

a Fonte 322


FONTE DAS LÁGRIMAS

As filhas do Mondego a morte escura
Longo tempo chorando memoraram,
E, por memória eterna, em fonte pura
As lágrimas choradas transformaram.

O nome lhe puseram, que inda dura,
Dos amores de Inês, que ali passaram.
Vede que fresca fonte rega as flores,
Que lágrimas são a água e o nome Amores!

2 comentários:

Anónimo disse...

Até que enfim um pouco de romantismo, neste principio de ano materialista, brutal, cheio de triteza.
Esta fonte foi a mais bela que até hoje mostraste.
Beijo
Maria

Carla D'elvas disse...

ADORO esta fonte :)

[suspiro]



Beijo meu

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...