sexta-feira, maio 15, 2009

estou pior que...


«Cão que ladra, não morde», dizem, mas... incomoda!!!

Incomoda sim, incomoda com'ó caraças. Estou pior que f...lixado. Os meus ouvidos não aguentam, o meu cérebro já nem pensa em mais nada que não seja, "como calar aquele cão?"

Não tenho sossego, nem sei o que escrever... no sossego duma noite longe dos ruidosos motores dos automóveis, comboios ou aviões, estou num desassossego, por causa de um cão - nem consigo ouvir o requebrar das ondas na praia.
Incomoda, porra! Digam lá o que quiserem - "cão é assim mesmo, ladra para dizer qualquer coisa"... pois muito bem, só que, a merda é que a dona não ouve.
Ah, pois não. Ele (cão) bem pode ter alguma coisa para dizer, mas a "mula" da dona não está cá para ouvir - por isso ele ladra que se desunha, cada vez mais alto, como que a ver se consegue fazer que alguem o oiça, que alguem lhe preste atenção, se chegue perto dele, lhe estenda a mão, lhe faça uma festa, ou fale com ele (ao menos para o mandar calar) - chiça, caraças, que "gaja" mais estúpida que deixa o "parvo" do cão a ladrar sozinho até depois da meia-noite, todas as noites.

1 comentário:

Maria disse...

Bicho:
Mas onde é que anda a dona do cão?
Se calhar, a fazer companhia às mães de uns "rapazinhos" que todas as noites me impedem de dormir. Ele é gritaria, ele é "música", ele é o diabo que os carregue daqui para fora. Eu quero dormir, gaita.
E não digo mais, porque me lembrei agora que sou uma senhora. Se eu não fosse..........
Beijinho solidário

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...