sexta-feira, maio 15, 2009

estou pior que...


«Cão que ladra, não morde», dizem, mas... incomoda!!!

Incomoda sim, incomoda com'ó caraças. Estou pior que f...lixado. Os meus ouvidos não aguentam, o meu cérebro já nem pensa em mais nada que não seja, "como calar aquele cão?"

Não tenho sossego, nem sei o que escrever... no sossego duma noite longe dos ruidosos motores dos automóveis, comboios ou aviões, estou num desassossego, por causa de um cão - nem consigo ouvir o requebrar das ondas na praia.
Incomoda, porra! Digam lá o que quiserem - "cão é assim mesmo, ladra para dizer qualquer coisa"... pois muito bem, só que, a merda é que a dona não ouve.
Ah, pois não. Ele (cão) bem pode ter alguma coisa para dizer, mas a "mula" da dona não está cá para ouvir - por isso ele ladra que se desunha, cada vez mais alto, como que a ver se consegue fazer que alguem o oiça, que alguem lhe preste atenção, se chegue perto dele, lhe estenda a mão, lhe faça uma festa, ou fale com ele (ao menos para o mandar calar) - chiça, caraças, que "gaja" mais estúpida que deixa o "parvo" do cão a ladrar sozinho até depois da meia-noite, todas as noites.

1 comentário:

Maria disse...

Bicho:
Mas onde é que anda a dona do cão?
Se calhar, a fazer companhia às mães de uns "rapazinhos" que todas as noites me impedem de dormir. Ele é gritaria, ele é "música", ele é o diabo que os carregue daqui para fora. Eu quero dormir, gaita.
E não digo mais, porque me lembrei agora que sou uma senhora. Se eu não fosse..........
Beijinho solidário

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...