domingo, maio 31, 2009

a fonte 395


No vale da foz do Jamor.
Finalmente recuperada.

A arquitectura e os arranjos circundantes, estão bem.
Só falta a obra de engenharia para fazer a água correr - sem isso, não é uma fonte, é uma secura.
E não seria muito difícil aproveitar o manancial da nascente que, desde os princípios do século XX serviu para regar a horta e o extenso pomar da quinta que aqui existiu até à data da construção do Estádio Nacional.

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...