terça-feira, março 10, 2009

Fim da Linha


Pomarão.
Rio Guadiana.
Foz da Ribeira do Chança

Ruínas do terminal do Cais de carga de minério da mais antiga linha de comboio de Portugal que ligava a Mina de S. Domingos ao Guadiana.
A minha primeira visita a este lugar aconteceu há alguns dias.
À chegada, fiquei estupefacto, mais do que isso, boqueaberto.
Mas não foi por causa da impressionante vista de frente do paredão da barragem do Chança, nem da travessia da Ponte nova, que aqui mesmo sobre a foz do Chança, liga Portugal e Espanha.
Realmente, a paisagem é... inesquecível, mas o que guardo na lembrança é algo (fantástico!?) que não sei bem explicar - qualquer coisa no ar, na terra, no rio, uma estranha impressão... que, ao coincidir com o por-do-sol, me carregou o espírito de melancolia, para o resto do dia e da noite.
Fica por (d)escrever esse resto.

2 comentários:

Maria disse...

Fiquei triste quando vi esta mina e este cais.
Tudo o que é ruína e abandono, me choca.
Mais uma belíssima foto.

Dentro da Bota disse...

assustador....

Gi!!

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...