sábado, dezembro 01, 2007

Amanhecer XCIV


Esta foto já não é de hoje, mas ainda está fresca;
é coisa para ter aí uns 15 dias bem contados, este retrato de um amanhecer no Alentejo;
nesse dia, a menina não estava à janela, com o seu cabelo à lua, nem havia fumo branco na chaminé do Paço Real da Vila de Alcáçovas;
já há muito que não se acende o lume nesta lareira do Palácio dos Trastâmaras, que, esse sim é coisa para ter, à vontade, p'ra cima de 700 anos bem medidos.
Isto vem a propósito de quê? Para quem não se lembra:
hoje, ainda é dia feriado nacional, para celebrar a Restauração da Independência de Portugal, em relação ao domínio Castelhano;
no Primeiro de Dezembro de 1640, a monarquia portuguesa voltou a governar a Nação e o País, pondo termo à hegemonia Filipina.
O Paço de Alcáçovas, desde sempre se encontra ligado a diversas questões (ou querelas) relacionadas com a (in)dependência dos Reinos de Portugal e Castela.

Sem comentários:

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...