sexta-feira, novembro 27, 2009

de tarde


Fim de dia,
vou descendo escadinhas abaixo,
desde as Portas do Sol, por Alfama adentro.
Olha só, ali,
na nesga de vista, por entre as esquinas desta viela,
lá ao fundo, a Igreja de St. Estêvão.
Não digas nada,
nem é preciso falar para dizer o que se sente aqui
Tranquilidade - andando pela cidade antiga
Liberdade - na cidade amiga.
No entardecer,
vou deixar esta Lisboa, vou amanhecer para outras paragens,
longe daqui, ao pé do mar, onde vou lembrar:
«Sempre Lisboa e o Mar».

1 comentário:

Maria disse...

Bicho

Que linda foto de Lisboa ao entardecer!
O texto, é das coisas mais bonitas que tens escrito.
Parabéns.
Beijinhos
Maria

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...