quinta-feira, agosto 07, 2008

a ver navios 23



muito longe de mim

Tenho dias mais ou menos, assim, assim.
Há dias que se vivem sem fazer sentido,
Como há coisas que não nos fazem falta.
Já ninguém, nesta hora tardia me escuta.
Porém, se eu fosse ouvido pelo que sinto,
Muita gente gostaria de saber… se minto.
Pois não ou sim, que isto é uma permuta:
E quando aqui eu escrevo para a "malta",
Ora estou alegre, ora triste, ou divertido,
Pensativo, por vezes muito longe de mim.


("Sem saber Porquê",
algures em Portugal, Agosto de 2008)

4 comentários:

Anónimo disse...

Não será o mesmo que acontece com todos nós?
Comigo, é. Por vezes, sem saber porquê, mudo da alegria para a tristeza profunda; da sensação de que todos são meus amigos, para a dor de me ver só, num mundo que não entendo, nem me entende a mim;
E, o que é pior, é que às vezes, nem eu me entendo.
Percebeste? Deixa lá. Eu também não
Maria

O Bicho disse...

Ah pois... se percebo, percebo e muito bem!
Ou, secalhar, talvez não? Porque quem sabe, és só tu e sou só eu; quer dizer, cada um no seu Convento - como diz o adágio: "Só quem lá está dentro é que sabe o que vai no Convento."
Mas, não concordo com o "acontece com todos" - ó não, isso nunca, "jamé" como diria aquele sr. engenheiro Ministro do Governo do sr. engenheiro - não acontece nunca aos realistas, aos certinhos, que vivem com os pés bem "assentes na terra"; eu diria até mais, com os pés e as mãos bem colados à terra, não admitem voar...

Anónimo disse...

Malgré tout, não queria ser como eles. Prefiro ser assim e já é tarde para mudar
Ás vezes, até me sabe bem ser diferente. O que não quer dizer que, às vezes me arrisque a não ser compreendida.
Resumindo: Estamos os dois em dia mau.
Maria

Anónimo disse...

Isso anda no ar... eheheheh
Dias maus, e dias bons...Vontade de muita coisa, e, espero que passe sem me ter movido.
Isto,é o retrato de quem não espera
nada do futuro.Mas,
amigos estamos VIVOS e o futuro é amanhã.
Bjs e sejam felizes felizes
bela

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...