domingo, agosto 30, 2009

a Fonte 421


Agradáveis surpresas:

  1. esta espécie de barra de aço, em primeiro plano, não parece nada, mas é um chafariz - e deita água (potável) quando se pisa o botão de metal que se vê na base pregada ao cimento - um espanto!

  2. esta fonte de água, é apenas um dos diversos equipamentos que se encontram, estrategicamente distribuidos, ao longo do excelente tapete de passeio (para ciclistas, triciclistas, trotinetistas, patinadores e simples "pedantes") que se estende na margem direita do Tejo, entre Alhandra e Vila Franca - uma obra muito bem construida e cuidada - sensacional!

2 comentários:

Pascoalita disse...

what? Um chafariz? E o meu pai era um crocodilo eheheh

Com mais um pouquinho de imaginação, bem podias dizer que possui uma torneira tripla de onde sai tinto, branco e rosé ... assim resultava melhor eheheh

Vim aqui parar por "acidente" e "dever moral" digamos assim.

Primeiro "tropecei neste Blogue, onde detectei um sentido de humor de que gosto e sem reparar na data, apressei-me logo a deixar o meu "rasto" (espero que não leves a mal)
Após isso achei ser meu dever (hummm com um pouqinho de curiosidade à mistura) dar uma explicação e ver o que se diz 2 anos depois. E continuo a gostar de ler eheheh

O Bicho disse...

Bela ideia, essa da "tripla" - uns goles de branco à pressão e bem fresquinho era "do melhor", para molhar a garganta e reforçar as energias para grandes caminhadas.
Quanto ao sentido de humor (já foi melhor) acho que é uma espécie de defesa, para ultrapassar de forma mais ligeira as contrariedades e desgostos da vida nesta terra.

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...