terça-feira, agosto 11, 2009

a fonte 411


De todas as vezes que cruzo os caminhos das pedregosas serranias da Beira interior, em direcção ao Alto Douro ou ao Nordeste Transmontano, não resisto a fazer uma paragem na bem fortificada cidade do Sapateiro Profeta de Portugal.

O Bandarra

Sonhava, anónimo e disperso,
O Império por Deus mesmo visto,
Confuso como o Universo
E plebeu como Jesus Cristo.
Não foi nem santo nem herói,
Mas Deus sagrou com Seu sinal
Este, cujo coração foi
Não português, mas Portugal.


(Fernando Pessoa)

1 comentário:

Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...