domingo, agosto 02, 2009

Sublime


Muitas e belas palavras (blogs, jornais, revistas e noticiários) descrevem lindamente a inesquecível actuação de Leonard Cohen, no dia 30, em Lisboa.
Mas para mim, a palavra que melhor define a impressão que me deixou, a notável figura do "velhote" do Quebec que aos 74 anos, irradia Paz, é

Sublime!
Simplesmente sublime.
A poesia, a música e a voz (inconfundível) que embala os espectadores e ouvintes.
Dessa maneira suave, ele faz passar uma mensagem forte - o apelo à PAZ e à VIDA!

..e quando ele disse:

«Ring the bells that still can ring
There is a crack in everything
That's how the light gets in.»

..eu acrescentei:

«That's how the life gets in.»

Yor's sincirely,
L. Cohen

4 comentários:

Maria disse...

Bicho:

«Ring the bells that still can ring
There is a crack in everything
That's how the light gets in.»

..eu acrescentei:

«That's how the life gets in.»

Só para ele e nós os mais velhos, isto é verdade ainda.
Pensa muitas vezes neste poema. Vai fazer-te bem. A mim faz.
Beijinhos

Kim disse...

Nem parece ter 74 anos. Irradia paz.
O último concerto desta tournée vai terminar em Jerusalém.
Assim ele fica em casa.

O Bicho disse...

E por causa da manifestação de protesto que o Comité de Solidariedade com a Palestina, fez em Lisboa, L. Cohen, decidiu doar a receita do concerto em Jerusalém a organizações de Paz.

Kim disse...

É nitidamente um homem de paz!

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...