domingo, julho 27, 2008

a ver navios 21



Chego a um tempo em que
Sinto que já está tudo feito.
Não penso fazer mais nada,
Mas, vou ficar aqui só a ver?
Que ideia!
Vou, no entanto, continuar a
- Escrever, sem ser um livro.
- Plantar, sem ser uma árvore.
- Coisar, sem fazer um filho.

Sem comentários:

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...