terça-feira, julho 15, 2008

o Galo


.. e "ONDE HÁ GALO, NÃO CANTAM GALINHAS!"

9 comentários:

Carla D'elvas disse...

galinha que não canta, papa o ovo.

Anónimo disse...

Coitado do galo, é de ferro.
Nem para fazer coq-au-vin serve. Não me parece que, alguma galinha que se preze, deixe de cantar por causa dele.
Maria

Anónimo disse...

pois, pois, mas já viram bem o tamanho do badalo do galo..?
B

Anónimo disse...

Como os galos amam as galinhas...
e não podem viver sem elas.
bela

Anónimo disse...

Com badalo ou sem badalo,
o galo não me convence.
Pode ser belo, um regalo,
Mas qualquer franguinha o vence.

Maria

O Bicho disse...

Ser vencido por uma galinha?
Oh, isso é que eu não acho.
Até mesmo a da vizinha,
Vai direitinha para o tacho.

Anónimo disse...

A galinha/ da vizinha
Na panela/ de pressão.
Levou horas/ a cozer,
Quem a comeu/ foi o cão.

Meu amigo/ sem ofensa
Foste otário/ sim senhor.
A galinha/ da vizinha
Era velha/ sem sabor.

Boazinha/ é a galinha
Caseirinha/ do quintal.
Faz com ela/ uma canjinha
Sabe bem/ e não faz mal.

Que Kurt Weill, Brecht e Chico Buarque, me perdoem, o atrevimento.

Maria

Anónimo disse...

Maria, o teu atrevimento,
Tem inspiração por demais.
Consegues dar seguimento,
Aos nossos Jogos Florais.

Anónimo disse...

Esta história da galinha
E do galo do badalo
Já me deu cabo da pinha
E é desta que me calo.

Maria

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...