terça-feira, janeiro 01, 2008

a Fonte 188


Fechei o Ano Velho,

pairando
no céu do misterioso Triângulo das Bermudas;
velejando
nas ondas turquesa do Mar das Caraíbas;
mergulhando
nas águas de cristal dos Recifes de Coral;
dançando
a Rumba e a Salsa, numa rua de Habana Vieja;


Abri o Ano Novo,

voando
a jacto, de regresso à Nossa Terra,
ansioso
cheio de pressa para "postar";
trazendo
para aqui mais algumas Fontes,
das muitas que, em todas as Latitudes, em todos os Continenets, se vão atravessando no meu caminho errante!
Oh... a seca, continua!
(desta vez, com água, num Jardim de Havana)

1 comentário:

Anónimo disse...

Realmente pensava que vinhas curado das fontes,mas enganei-me,porra já chega,antes Camóes ou Florbela Espanca.B Maria

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...