segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Vista daqui 5


Não quero ver o pôr-do-sol
fecho a cortina e recolho à penumbra
imagino,
hoje estará um fim da tarde sensacional
com aquelas cores mais quentes co sei lá,
na Praia de Algés, na barra da Cruz Quebrada,
na foz do Tejo ou mais p'ra lá, noutra Praia mais ocidental.

Há quanto tempo, não dou um passeio à beira-mar?
Há quantos dias, não respiro um ar fresco, livre de fumos?
Quando foi a última vez que ouvi o marulhar das ondas,
que aspirei o ar que sai de dentro das bolhas da espuma,
rebentando como bolas de sabão, ao tocar na areia,
libertando o cheiro forte, saturado de iodo e sal,
fervilhando... de saudades de mar.

1 comentário:

Anónimo disse...

Je partage ta saudade do mar...!

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...