domingo, novembro 25, 2007

Pindamonhangabenses (4)


(Azulejos de Jorge Colaço com "O Cruzeiro do Sul", a constelação guia dos navegantes portugueses na época dos descobrimentos)

"A Princesa do Norte"

Esta é a cidade que o meu sonho encerra!
Como uma sombra evocadora e mansa,
Por estas ruas e arrabaldes erra
Minha mais doce, mais feliz lembrança!

Meu olhar namorando não se cansa
De vê-la; a igreja, os casarões, a serra...
E o Paraíba que aos seus pés remansa
Quando eu digo baixinho: Minha Terra!

Ela é o cantinho que eu mais quero bem;
O meu lar, meu abrigo, minha taba.
Sei que outras terras mais progresso têm.

E que mais ricas muitas outras são;
Mas uma apenas - Pindamonhangaba,
Cabe inteirinha no meu coração!

(Balthazar de Godoy Moreira)

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...