quarta-feira, novembro 28, 2007

Cangaceiros


(Lampião no jardim interior, da casa de praia da Maria)

Lampião e Maria Bonita

O século passado estava
dando sinais de cansaço,
José e Maria presos
por matrimonial laço
em breve seriam pais
do grande rei do cangaço.
No dia quatro de junho
de noventa e oito, a pino
estava o Sol, e Maria
dava à luz um menino
que receberia o nome
singular de Virgulino.


Seu Virgulino Ferreira,
o conhecido Lampião,
Muito fala que é bandido,
o Imperador do Sertão.

Acorda Maria Bonita,
levanta vai fazer o café
Que o dia já vem raiando
e a polícia já está de pé...”


(Poesias populares dedicadas aos reis do cangaço brasileiro)

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...