quarta-feira, março 14, 2007

Pensatempo 3


E o que dizer,
da monstruosa quantidade de energia contida na mais pequena porção de daquilo que chamamos matéria - a força oculta, que faz com que as partículas materiais se reúnam e comportem como uma unidade – o átomo.
É uma enormidade, essa energia libertada aquando da ruptura ou cisão das ligações imateriais de um simples átomo.

Dá que pensar, imaginar:

a quantidade de força, energia, ânimo, espírito (seja lá o que for que se queira chamar a essa espécie de cola tudo imaterial e universal) necessária para fazer o contrário, isto é, a reunião ou coesão das partículas sub atómicas numa unidade de matéria identificável.

A isso poderíamos chamar criação! Ou talvez não?

Sem comentários:

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...