segunda-feira, outubro 12, 2009

na Sombra


..
Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.
..


(Carlos Drummond)

2 comentários:

Maria disse...

Bicho:
Estás outra vez em baixo. Tenho andado fugida, porque as coisas não têm andado muito bem para estas bandas, mas não te perdi de vista.
Manda Email, telefona, diz qualquer coisa. Sabes que nos preocupamos contigo.
Beijinho

O Bicho disse...

Maria,
estou ciente dos vossos cuidados e sei que, ainda que silenciosamente, me vão seguindo, através daquilo que escrevo ou que não escrevo, mas se adivinha entrelinhas.
Também eu, apesar de não tecer comentários, vou seguindo os "escritos".
Obrigado.

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...