sábado, outubro 24, 2009

Amanhecer CXCI


[..]
Numa manhã ao passear
Vi uma abelha numa flor
E ao sentir que me olhou
Com os seus olhitos de cor

E esta abelha era a nossa amiga Maia
Fresca, bela, doce Abelha Maia
Maia voa sem parar
No seu mundo sem maldade

3 comentários:

Maria disse...

Bicho:
Onde fica esse mundo?
Quero ir para lá. Estou farta deste, cheia de problemas até aos cabelos.
Acho que desta fico maluca.
Beijinhos e se descobrires o mundo da abelhinha, diz.

O Bicho disse...

Maria,
esse mundo sem maldade, infelizmente, só existe na minha cabeça;
é o mundo onde eu me escondo, quando não encontro coragem para enfrentar as maldades deste outro mundo;
é o mundo onde procuro refúgio, para resistir às vagas cada dia mais impetuosas, da depressão maior que me assola.

O Bicho disse...

Quanto à realidade, Maria, encontrei um bocadinho de Paz e Fraternidade no lugar à beira Tejo, onde fotografei esta abelhinha, ali para os lados de Belver.
Um beijinho e as melhoras.

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...