terça-feira, maio 06, 2008

a ver navios 5

Clik Ampliar

Saindo a barra do rio,
Lá vai outr'a navegar.
E já passou do Bugio,
Em direcção ao mar.

Vai sumir-se na bruma.
Tarda nada, não o vejo.
Fica o rasto de espuma
Boiando na foz do Tejo.

O piloto vai na brasa.
Com o vento a favor.
Ele quer chegar a casa
E abraçar o seu amor.

Sem comentários:

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...