segunda-feira, maio 12, 2008

a Fonte 233


Ora aqui temos um chafariz possidónio, o Chafariz da Memória, na Ajuda, em Lisboa, de autoria do arquiteto Possidónio da Silva (Sec. XIX).

visto do lado da "Bica dos Aguadeiros" - a parte da fonte, reservada aos os profissionais da distribuição de água ao domicílio, nas cidades. Eram, na sua maioria, homens de origem galega que carregavam às costas, pelas ruas da cidade um barril de água, que iam vendendo por onde passavam. Abasteciam-se nos vários chafarizes públicos, aguardando pela sua vez em longas filas de espera, onde era vulgar ocorrerem discussões e lutas pela prioridade no acesso à bica.

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...