terça-feira, junho 03, 2008

Antologia 5


A palavra ESPICILÉGIO,

deriva do Latim, "spicilegium" (spica = ponta, espiga), que ficou conotada, não sei como, com uma espécie de ligadura que era utilizada para embrulhar conjuntos de documentos legais, escritos ou grupos de páginas soltas de textos, relativas a diplomas, leis, etc.
Dizem que, ainda hoje em português, se pode utilizar o termo, para designar papelada administrativa, "lato sensu".
...e depois, há outros mais Spicilegium que podem encontrar por aí (quem havia de dizer, coisas esquisitas) escritos em diferentes idiomas.
Spicilegium Dei (1991), uma comunidade de apoio à juventude.
Spicilegium Copernicanum, assuntos de Nicolau Copérnico;
Spicilegium Syriacum (1855), temas religioso da Ásia Menor;
Spicilegium Sacrum Lovaniense, estudos e documentos religiosos;
Spicilegium Neilgherrense, uma colectânea sobre plantas especiais;
Spicilegium Anatomicum, de Theodore Kerckring;

2 comentários:

Anónimo disse...

Nem consigo ler a palavra alto,será o nosso vulgar cardo
Continuo a aprender imensa coisa.
bj
bela

O Bicho disse...

Não é o cardo.
É uma planta espinhosa e carnuda com florescências cor-de-rosa ou cor-de-malva, que povoa as dunas da Praias do Oeste.

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...