segunda-feira, janeiro 08, 2007

O Barco do Amor



Comprei este barco telecomandado para o meu "Bilo" (Miguel, 8 anos).
Finalmente!
Andava há muito tempo com essa ideia, oferecer ao meu filhote (e a mim, que sempre quis e nunca tive) um barquinho com controlo remoto, que servisse de pretexto para passarmos umas horas os três (pai, filho e barco) juntos a brincar ao ar livre, nos lagos dos jardins desta cidade, que eu adoro e conheço bem.
Ontem estivemos, grande ideia, num dos mais admiráveis mirantes de Lisboa, com lago. O jardim de Montes Claros, no extremo Oeste do Parque Florestal do Monsanto tem um lago mesmo à maneira para o nosso barquito.
E foram horas de alegria e brincadeira que fizeram inveja (eu bem percebi) a muitos miúdos e pais que passeavam por ali, à tardinha, com os filhos, as bolas e os cãezinhos de família.

Houve mesmo uma miudinha, dos seus 8 anos, que pediu,
"deixas-me experimentar dar uma volta com o teu barquinho?" - e o Miguel deixou.
Um outro miúdo, que deambulava por ali, dizia para o pai,
"ofereceste-me um barquinho igual a este, pelo Natal, e afinal..?" - e esse pai confessava-me, enquanto o puto dava chutos nas bolotas de ciprestes,
"mas porque é que eu nunca me lembrei de vir aqui para este lago, brincar com ele?"

Fiquei satisfeito (contente comigo mesmo), foi bom ouvir isto. É uma sensação tão boa, perceber como uma simples atitude, pode vir a fazer uns quantos putos felizes. Espero encontrar, naquele lago, na próxima semana, mais pais e filhos a fazerem corridas com os barquinhos telecomandados.


Só um pequeno senão:
gente miúda que atira com lixo para dentro do lago... está mal, muito mal. Se eu vir alguém fazer isso, vou-me zangar de verdade!!!

5 comentários:

Anónimo disse...

Gostei de saber que andas feliz, espero que essa alegria dure todo o ano,beijinhos da Maria

Anónimo disse...

Maria, alegria todo o ano, era giro, mas não pode ser, acabou, foram só uns dois ou três dias;
mas ainda bem que assim é, felicidade só de vez em quando - para melhor se saborear!
Beijinhos às meninas.

Anónimo disse...

Lindo texto. Ternurento.
Abraço.
jc/

Anónimo disse...

Que post tão fixe!
Engraçado que o meu Rafa(tb tem 8 anos) e recebeu dos avós um barquinho como esse! Acho é que não tenho laguinhos como esse aqui perto de casa!
Para não ouvir o que mesmo que o pai do menino das bolotas, vou passar a levar o barquinho cada vez que fôr passear com o filhote.

Anequim

Anónimo disse...

E 6 Pilhas de reserva. Não te esqueças. Convém ter um carregador de pilhas (recarregáveis).

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...