quarta-feira, janeiro 03, 2007

a Fonte 49



Junto ao Santuário da Sra. da Rocha em Linda-a-Pastora.
No Vale do Rio Jamor - entre Carnaxide e Queijas (Oeiras).


Sete rapazinhos e um coelho, brincadeira, etc. etc. na toca, etc. etc. entrada, buraco, etc. etc. os 7 descobriram várias ossadas, antiga gruta funerária, etc. etc. voltaram em 31 de Maio de 1822 e encontraram uma pequenina Imagem de Nossa Senhora, Padroeira de Portugal.
A descoberta foi rapidamente divulgada e muita gente acorreu a ver a tal gruta que, na verdade, (ainda) é digna de se visitar e a prestar culto à Imagem aparecida até que,
D. João VI (cognominado O Clemente) achou o lugar pouco próprio para prestar culto público à Imagem e mandou trasladar esta para a Sé de Lisboa, onde se manteve durante 61 anos até que,
Tomás Ribeiro (homem de muita fé) ao passar férias na região, tomou conhecimento da tristeza do povo por lhe terem levado a Milagrosa Imagem dali para a Sé e com os seus esforços e grande influência, conseguiu devolver a Imagem da Nossa Senhora, aparecida na Gruta da Rocha, ao lugar original e fez com que,
Hintze Ribeiro (nome de triste memória) mais os Príncipes Reais e a Rainha D. Amélia, viessem inaugurar em 1893, o que passou a ser o santuário mariano mais visitado da região de Lisboa, onde se realizam anualmente grandes festejos, comemorativos da aparição.

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...