terça-feira, maio 21, 2019

In Memoriam


Dia a dia, sinto cada vez menos controlo naquilo que faço e que penso!
Acontece-me por vezes ficar a olhar para uma fotografia que estou a preparar para publicação... perder-me em lucubrações (palavra esquisita, esta), ou apenas em recordações que me fazem esquecer o que tinha pensado escrever acerca da imagem ou do momento que ela fixou.
Por causa disto, posso demorar algumas horas, ou até alguns dias a escrever e divulgar um "post" e isso não significa que o resultado seja melhor, antes pelo contrário - na maioria das vezes acaba por sair um texto rápido e pouco sentido, ou com pouco sentido.
Por exemplo, esta imagem captada num momento de lazer à beira de uma piscina algarvia, trouxe-me à memória momentos de convívio com o meu falecido amigo Júlio Amaro, no seus trabalhos de pintura de aguarela, ilustração, serigrafia, etc.



1 comentário:

M,Franco disse...

Gostei deste texto. Primeiro por ter uma dedicatória a um
amigo que já partiu, e segundo porque para mim fez sentido.

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...