domingo, março 30, 2008

a Fonte 219



VIANA DO CASTELO

Fonte quinhentista, encomendada pela Câmara Municipal a João Lopes, o Velho.
Demorou quase uma década a construir, devido principalmente à falta de verbas.


Partamos de flor ao peito
que o amor é como o vento
quem pára perde-lhe o jeito
e morre a todo o momento.

Se o meu sangue não me engana
como engana a fantasia
havemos de ir a Viana
ó meu amor de algum dia


(Pedro Homem de Melo)

3 comentários:

Anónimo disse...

Jáhavia falta de verbas.?
Nunca mais nos organizamos, ouvi
isto no telejornal ontem
bj
bela

O Bicho disse...

"Falta de Verbas", pelos vistos é uma "doença crónica" que já vem de longe... tornou-se endémica na nossa terra.

Unknown disse...

Pois... e pelos vistos os "medicamentos" para essa "doença cronica" cada vez fazem menos efeito.

parabens pelo blog. é muito interessante. convido a visitar :

http://nomadas-amadores.blogspot.com/

e:

http://www.wix.com/nmfotografia/nmmagalhes

cumprimentos.

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...