domingo, dezembro 10, 2006

era pequenino



Quando eu era pequenino,
Acabado de nascer.
Inda mal abria os olhos,
Já era para te ver.

Quando eu já for velhinho,
Acabado de morrer.
Olha bem para os meus olhos
Sem vida te hão-de ver.

(Cancioneiro, Quinta do Bil)

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...