sexta-feira, setembro 07, 2018

Areia na Engrenagem


Um grão de areia na minha câmara fotográfica - pequeníssimo, muito pequeno mesmo, praticamente invisível, pois só se vê porque aparece na imagem fotográfica.
Se fosse antigamente, no tempo das máquinas fotográficas analógicas, um simples grãozinho de areia, poderia representar consequências graves no funcionamento do aparelho:
  • o rolo de negativos que rodava após fixar cada imagem,
  • o diafragma que abria e fechava para controlo da quantidade de luz,
  • a rotação das objectivas para focar a imagem captada,
  • o obturador que abria por instantes a passagem da luz para a câmara escura,
enfim, todo um complexo conjunto de precisão mecânica, altamente sensível à presença de um grão de areia na engrenagem.

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...