terça-feira, março 13, 2018

A Fonte 682


Poço do Poeta (Trancoso)

Não será esta designação popular deste velhíssimo poço de água nascente, situado no âmago da judiaria desta cidade.
Eu chamo-lhe assim, porque ele se encontra no final da Rua do Bandarra - o sapateiro poeta e profeta, figura de destaque na história desta terra e não só.
Gonçalo Annes de Bandarra (sec. XVI) passou um mau bocado durante o tempo da Santa Inquisição. Chegou a ser julgado e condenado em Lisboa, por causa das suas profecias versejadas - as Trovas do Bandarra..
Quando eu morrer achareis
Por desgraça ou por ventura
O corpo na sepultura,
E a alma nestes papéis.

Sem comentários:

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...