quinta-feira, março 25, 2010

a Fonte 499


Lisboa
..ao descer a colina da freguesia da Pena,
com vista para a colina do Castelo..

Desdenha desta vida que sente,
Acabada!
E lá vai chorando de mansinho,
Em frente!
À medida que desce a escada,
Devagarinho.
Na alma vai subindo a tristeza,
Depressa.
No olhar, os reflexos de mágoa,
E dureza.
Por dentro secou como o chafariz,
Sem água.
Ali plantado a meio da Travessa.
Infeliz.

Sem comentários:

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...