quarta-feira, agosto 22, 2007

Mais vento


E, não há dúvida nenhuma, que

Palavras, leva-as o vento!
(Popular, antigo)

Redemoinha o vento,
Anda à roda o ar.
Vai meu pensamento
Comigo a sonhar.

Vai saber na altura
Como no arvoredo
Se sente a frescura
Passar alta a medo.

Vai saber de eu ser
Aquilo que eu quis
Quando ouvi dizer
O que o vento diz.


(Fernando Pessoa, 1933)


2 comentários:

Anónimo disse...

Será que o vento o levou e anda por aí perdido?. Diga qualquer coisa, que eu venho aqui todos os dias, à espera de encontrar novidades.

O Bicho disse...

Nem TUDO O VENTO LEVOU.
Eu vou continuar por aqui a dizer coisas, mas ainda faltam alguns dias para conseguir acesso decente à Internet que me permita publicar mais e melhores coisas.
Obrigado, pelo interesse.

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...