sábado, fevereiro 20, 2010

Amanhecer CCVIII


Aldeia Beirã

no despertar da noite fria
a vista afunda-se no verde
verde claro intenso, luminoso,
carregado de humidade, vida;

o celebrar da vida
campo de verdura bela,
olhos que nela
vosso repouso tendes;

redecorado de verde seco,
azeitona, o azeite,
o calor, a luz,
o amor da natureza.

1 comentário:

Maria disse...

Gostei da foto e do poema.
Bom Fim de Semana
Beijinho
Maria

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...