sexta-feira, janeiro 24, 2020

Selvajaria Francesa


Túmulo de Inês de Castro, Igreja do Mosteiro de Alcobaça

Os túmulo de D. Pedro e de Inês são verdadeiras obras-primas da escultura gótica em Portugal.
A profanação de 1810.
Por ocasião da invasão comandada por Massena, os soldados invasores franceses, imaginando tesouros escondidos nos túmulos, arrombaram-nos bárbara e estupidamente, despedaçando com "maça" e "picão", boa parte do lado direito do sarcófago de D. Pedro e o lado esquerdo de D. Inês, fazendo largos rombos por onde retiraram para fora quanto lá havia dentro.

Sem comentários:

Outros Tempos

Miradouro do Mindelo, Praia das Maçãs “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do espaço  é uma alegria para mim partilhar uma época e u...