segunda-feira, abril 03, 2006

a Cabana


(mansarda nas Azenhas do Mar)

Naquele tempo tu vinhas de noite
à procura de amor
e eu fumando um cigarro
esperava por ti
na cabana junto à praia
entre as dunas e os canaviais.

Quando chegavas
abrias a porta sem me avisar
e p'la noite fora
ficavas abraçada a mim
na cabana junto à praia
entre as dunas e os canaviais.

Hoje dava dez anos de vida
para te ver voltar
à cabana junto à praia
entre as dunas e os canaviais
onde só o vento,
o mar e as gaivotas,
falam desse amor.

(José Cid)

1 comentário:

Anónimo disse...

Tu es courageux,je n'ai jamais osé rentrer seule dans cet endroit!!!
Bonnes vacances.

Despertar DCCII

Praia das Maçãs, Sintra Acontece por vezes, após uma noite de mar agitado, com ondas alterosas fustigadas por ventos fortes e sabe-se lá qu...