quinta-feira, março 09, 2006

a primeira


Abriram hoje, no meu jardim, os primeiros cálices de Frésia.
Quando estas flores começam a impregnar o ar com o seu intenso aroma - autêntico perfume - é sinal que está a chegar o fim do Inverno.
Nos canteiros do meu jardim, elas são mais ou menos silvestres, nascem expontâneamente desde que, há alguns anos, eu recolhi alguns bolbos que encontrei a germinar na areia do pinhal da várzea. São cada vez mais e em muitas cores e tons naturais possíveis (amarelos, azuis, laranja, vermelhos, branco).
Antes disso, eu nem sabia que existiam tais flores.

3 comentários:

Anónimo disse...

ue me dar umas tantas para o meu jardim Maria

O Bicho disse...

OK, Maria, na proxima semana vou aí almoçar às Caldas e levo-te alguns bolbos com plantas já crescidas numa caixinha om areia do pinhal.

Anónimo disse...

Muito agradecido bichinho

Amanhecer DLXIII

Praia das Maçãs, Sintra C'est en septembre Quand les voiliers sont dévoilés Et que la plage, tremblent sous l'ombre D'un...