segunda-feira, março 06, 2006

monologamia I


[ensaios I]

Como tu aderiste à minha declaração de esperança
Não podia imaginar
Porque sou complicado, isto é, tenho maneira de rebuscar
na simplicidade das evidências aspectos impensáveis
mas possíveis
Foi porque alguém me disse muito fácil, clara, simples
e despreocupadamente que gostavas de mim!
Sim, de verdade, que sofrias!

2 comentários:

Anónimo disse...

Estás perfeitamente enganado, que te disse que eu gostava de ti estava a gozar, tu és chão que já deu uvas,és alguém que tem um despertador em vez de coração e o alarme toca quando uma femea passa,e diz ainda te comia,mas,com tanta coisa boa, fui logo olhar para este espantalho,é preciso ter azar.não imagines o que não é, pois na vida somos como lixo,uns deitam fora outros aproveitam e deitam novamente fora, e nós ficamos uma merda quando isso acontece,por isso meu amigo não te iludas e continua complicado,assim és tu, isso foi só um diabinho de carnaval que escreveu.Não te metas em buracos escuros.Beijos da M.J.

O Bicho disse...

Já não sou nada, MJ, isso já passou.
Agora gosto mais de estar comigo mesmo!

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...