domingo, outubro 06, 2019

A Fonte 745

"Manneken-Pis", Bruxelas

Tão celebrado, tão famoso, tão visitado, tão fotografado,
e afinal... eu, não encontrei o que quer que fosse de especial
neste pequerrucho boneco miniatura de menino traquinas rechonchudo,
conhecido em todo o mundo como o "ex-libris" de uma cidade que,
aparte esta "coisinha" tem imensas outras coisas muito interessantes
para apreciar.
E, neste dia, nem sequer estava vestido!




Casa Real ou Padaria


"Maison du Roi" ou "Broodhuis", Bruxelas

Apesar da designação (francesa) esta nunca foi a casa do Rei. (*)
O nome (flamengo) advém do facto de ter construído no lugar de um antigo mercado do pão.
Este edifício, fronteiro ao monumental "Hotel de Ville", na "Grand-Place", abriga o Museu da Cidade.

A par de muitas obras de arte ligadas à historia da cidade, aqui se encontra a estatueta original do "Manneken-Pis" e o guarda-roupa com as muitas centenas de "fatinhos" que já vestiram a réplica que está na fonte na rua.

(*) A residência oficial da monarquia Belga é o "Palais Royal de Bruxelles", localizado num Parque longe do centro.

sábado, outubro 05, 2019

Amanhecer DCXLII


"La Grand-Place", Bruxelas

Da noite para o dia - viemos confirmar a beleza de pormenores aqui bem evidentes em toda uma ala da Praça Central da cidade.
Nesta altura percebi que me estava a fazer falta a minha máquina fotográfica que ficara esquecida em casa.
Não é a mesma coisa fazer fotografias com "smartphone", por muito bom que seja, não me ajeito...




sexta-feira, outubro 04, 2019

Expectativas excedidas


Bruxelas
Grand-Place (em francês) - Grote Markt (em flamengo)
Tinha-me dito uma amiga, bastante mais viajada do que eu:
«A vista nocturna da Grand-Place de Bruxelas foi a coisa mais extraordinária que já vi.»
É verdade, confirmo, fiquei boquiaberto, não estava à espera de me sentir extasiado, feliz por me encontrar num lugar quase mágico, feérico ("feérique", diz-se em francês) - a Praça Central, é, sem dúvida, uma das mais belas praças do mundo!
A iluminação perfeita e o bom estado de conservação realçam a grande riqueza ornamental e estética das fachadas de todos os edifícios que preenchem os quatro lados da praça, com destaque para "les Maisons des Corporations", "l'Hôtel de Ville" e "la Maison du Roi".

quinta-feira, outubro 03, 2019

A Fonte 744


A Fonte dos Cegos, Bruxelas

Quase sempre, não importa a que horas, gasto um minuto (ou dois ou três) para fotografar uma ou outra fonte que vou encontrando no meu caminho, por toda a Europa que conheço.
Foi o caso de mais esta com que me deparei, logo na primeira voltinha nocturna por Bruxelas, a caminho da Grande Place.
Sei que se chama "La Parabole des Aveugles" - gostei dela - passei por lá durante o dia, mas havia muita gente em redor e não pude observar e fotografar melhor.

Palavras Cruzadas


Bruxelas, Bélgica

Quando finalmente estou no meu lugar no avião e oiço o comandante anunciar "cabin crew, prepare for takeoff", acaba-se o "nervoso miudinho", a incerteza, a ansiedade que sempre me afecta antes de uma viagem para o estrangeiro - a partir desse momento, deixo-me levar... o pensamento ocupado apenas nas soluções das "palavras cruzadas".
Decorreu sem incidentes, a viagem.
Chegada ao Hotel dentro do horário previsto.
Feito o "check in" há que sair à procura de jantar.
Duas ou três perguntas a pedir orientação local, ligo o "google maps" e lá vamos nós, a caminho do centro antigo,
seguindo as instruções (nem todas!) indicadas no mapa e aconselhadas pela voz da "menina" do "smartphone".
É uma sensação muito especial, passear à descoberta de novos lugares (desconhecidos para mim) noutro país, noutra cidade.
Já tinha estado nesta capital da Europa, há 30 anos, mas apenas de passagem, um dia durante o qual nada fiquei a conhecer da cidade.


quarta-feira, outubro 02, 2019

Fica por explicar


Praia das Maçãs, Sintra

Ansiedade, angústia, insegurança...
Não sei bem explicar aquilo que sinto desde há uns dias a esta parte.
Agora, a poucas horas da partida para mais uma viagem, observo fim do dia e invade-me uma grande vontade de chorar - não sei porquê, mas preciso de deixar correr as lágrimas.
Assim mesmo, sem explicação, sem controlo, os meus olhos ficaram marejados de tal modo que me desfocou a visão - então, parei de lavar a loiça e vim sentar-me ao computador para escrever isto.
Alguém há-de ler e ficar a pensar:
 - "Que situação estranha. Haverá decerto uma razão por trás disto!?"
Pois, eu não sei e não vou procurar saber - espero que isto passe...
Há que preparar a mala de viagem.




sábado, setembro 14, 2019

Amanhecer DCXXXIX


Praia das Maçãs, Sintra

No fecho da época de praia,
percebo que uma certa tristeza,
toma conta do meu estado de espírito.
Nestes dias, invariavelmente recordo
a nostálgica canção de Bécaud:

C'est en Septembre

Le sable est devenu froid
Au blanc soleil
Maîtres baigneurs et saisonniers
Retournent à leurs vrais métiers

sábado, agosto 31, 2019

Amanhecer DCLXXXVII


Mosteiro de Alcobaça

Vamos revisitar a Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça,
um extraordinário testemunho da história de Portugal,
desde a fundação da nacionalidade até ao século XIX.



terça-feira, julho 30, 2019

Paisagens d'ouro


Douro, o rio... meandros, lugares, vista de uma janela do comboio.
Viagem inesquecível - não tenho habilidade, não me sinto, nem pouco mais ou menos, letrado suficiente para juntar aqui as palavras suficientes para descrever as emoções, sensações da subida do vale do Douro em comboio - paisagem maravilhosa.

segunda-feira, julho 29, 2019

As Eclusas


Barragens do Rio Douro

É sempre impressionante a entrada do navio no poço de uma eclusa para ultrapassar o desnível de uma barragem.
Provoca-me sempre algum temor, em especial a da barragem do Carrapatelo - tem 35 metros de altura, a maior eclusa do Douro e uma das maiores do mundo.

A Fonte 745

"Manneken-Pis", Bruxelas Tão celebrado, tão famoso, tão visitado, tão fotografado, e afinal... eu, não encontrei o que quer ...