quinta-feira, abril 26, 2018

A Fonte 696


"Cascata dos Pisões" (Sintra)
O que são, ou eram, "pisões", afinal?
O pisão era um engenho mecânico composto por uma roda motriz movida pela energia hidráulica, que fazia actuar um conjunto de martelinhos de madeira que batiam o pano molhado, numa espécie de amassadeira, a fim de tornar o tecido de lã mais consistente.
Neste lugar, junto dos muros da quinta da Regaleira, funcionava um desses engenhos de "apisoar" a lã, no tempo (séc. XIX) em que a região saloia de Sintra tinha uma grande quantidade de rebanhos de ovelhas.

quarta-feira, abril 25, 2018

Onde estava eu?

Largo do Carmo (Lisboa)
Onde?
No dia 25 de Abril de 1974, estava aqui mesmo no meio deste povo, uma multidão de gente, maioritariamente composta por jovens como eu, meio curiosos, meio espantados, mas acima de tudo muito entusiasmados, com tudo o que se desenrolava à nossa volta.
Aqui em frente às portas do Quartel da GNR, no Carmo, tive a sorte, o prazer e a satisfação de assistir ao vivo, do princípio ao fim, a toda a sequência de acções (e reacções) que, na altura, me pareciam autênticas cenas de filme do cinema.
Um filme sonoro, e a cores onde eu participei como figurante activo - gritei, bati palmas, fiquei em "suspense" aquando da rajada de tiros, e depois suspirei, pus-me em bicos de pés, berrei, levei encontrões, safanões e no fim abraços, muitos abraços!
Nunca vou esquecer, nunca!
Alegria imensa, emoção tão grande.!
Se algumas coisas eu pudesse reviver, esta seria sem qualquer dúvida uma delas...





segunda-feira, abril 23, 2018

A Cidade Branca

Terreiro do castelo (Estremoz)

Nesta praça voltada a sul, com excepção dos automóveis estacionados e o "mamarracho", espécie de escultura em ferro, à frente do santuário, quase tudo o resto é branco - a pedra mármore branca das pedreiras da região e as paredes de branco caiadas.
A impressionante torre de menagem, que se avista de muito longe, a igreja, a capela, a estátua e praticamente todos os edifícios aqui em redor, refulgem com o intenso brilho do sol alentejano, mesmo num dia em que o céu se apresenta um pouco encoberto.
A fotografia perde alguma definição, devido ao excesso de brancos - deveria ter utilizado um filtro.
Faz todo o sentido, o cognome de "Cidade Branca" atribuído a Estremoz.


domingo, abril 22, 2018

A Fonte 695


"Fonte das Bicas" (Estremoz)

Esta designação "das bicas" é vulgaríssima. Em muitos lugares, encontramos a fonte (ou o chafariz) das 3, 4, 5, 6, e até, como diz uma antiga canção popular, "A Fonte das Sete Bicas".
Por sinal, esta tem ainda mais uma - são 8 as bicas jorrando por gárgulas cabeças de leão em bronze.

Já agora, aqui deixo uma curiosidade, uma parvoíce da minha parte.
Eu não sabia, nunca tinha reparado, que esta cidade alentejana tem muitas coisas baptizadas com o nome "Gadanha" - a estátua do lago, a fonte, um restaurante, uma mercearia,  um café, etc., etc. - bem como o hotel aqui na foto, em frente ao qual estacionei o carro, certo dia.
Quando olhei para o letreiro do hotel lembrei-me do que um amigo, há tempos me tinha dito, «Se fores à minha terra, dá lá cumprimentos ao Gadanha!»
Ora bem, não é tarde nem é cedo, pensei eu. Entrei na recepção do hotel e perguntei pelo sr. Gadanha, dizendo que o queria cumprimentar, em nome de um amigo comum.
Que triste figura eu fiz... oh santa ignorância!



sábado, abril 21, 2018

Amanhecer DXCVI

Onde..? (Évora)

Mas não importa onde, o que interessa é despertar vivo, ou seja, acordar cá neste mundo porque no outro (se existir outro) a gente não sabe, não há maneira de saber se cada qual vai saber se está vivo ou talvez não... e então vem mesmo a calhar um poema:
"MUNDO"
Enfim, mundo, és estalagem
em que pousam nossas vidas
de corrida;
de ti levam de passagem
ser bem ou mal recebidas
na outra vida.


("Cartas" de Luis de Camões)


sexta-feira, abril 20, 2018

A Senhora do Castelo


Rainha Santa (Estremoz)

No terreiro, frente à grande torre de menagem do castelo que foi seu património, encontra-se a estátua de Isabel de Aragão, Rainha de Portugal, que aqui passou os seus últimos dias de vida.

No horizonte, a oeste, no relevo da Serra d'Ossa sobressai a elevação com o castelo de Evoramonte.
O final do dia, nebuloso, antecipa o fim da semana que se avizinha.



quinta-feira, abril 19, 2018

Aldeia da Terra

Évora

Uma aldeia dentro da cidade.
A "aldeia mais caricata de Portugal", inicialmente criada e desenvolvida em Arraiolos, transferiu-se para a grande cidade.
Todas as centenas de figuras e figurões, acompanhados de suas casas, igrejas, escolas e outros edifícios, mais os automóveis e outras máquinas, e vários apetrechos, deixaram as suas origens e mudaram-se para o centro histórico da cidade Património da Unesco.

quarta-feira, abril 18, 2018

A Fonte 694

Fonte do Gadanha (Estremoz)

O grande lago, ou "Lago do Gadanha", um dos ex-libris da bonita cidade alentejana.
A estátua implantada no meio do lago, representa Saturno, o senhor do tempo na mitologia romana.
Por ser portador de uma espécie de foice, que se utiliza na agricultura para ceifar cereais ou cortar a erva, por aqui, o povo chama-lhe simplesmente "O Gadanha".

terça-feira, abril 17, 2018

De pedra e cal

Alandroal

O meu caminho passa novamente pela vila dos "aloendros", os quais, apesar de já ser primavera, ainda não estão floridos.
Então aqui fica mais uma fotografia de "pedra e cal" - o castelo e a igreja matriz.


segunda-feira, abril 16, 2018

Senhora do Amparo

Ex-Convento de Nossa Senhora do Amparo (Vila Viçosa)
  • Edificado e habitado por Monges Eremitas da Ordem de S. Paulo, até à extinção das ordens religiosas, em 1834;
  • então o edifício, espoliado do seu recheio, passou funcionar como teatro e depois como quartel;
  • no século XX, foi vendido a uma sociedade que aí instalou uma refinaria de azeite e moagem de farinha - "Fábrica de S. Paulo" - que entretanto abriu falência;
  • hoje em dia, é um imenso conjunto de edifícios em acentuado estado de degradação, que foi classificado pelo município como "Monumento de Interesse Municipal".
Qual o interesse, perguntei eu? Pois bem, «esta classificação não irá resolver o problema, poderá apenas ajudar na preservação do monumento...» ah!!!
  • ora, falta dizer que o "monumento" pertenceu ao Comendador Joe Berardo, o qual o entregou ao Banco Espírito Santo, 
  • tendo assim passado a ser património (indesejável) do Novo Banco, que o colocou para venda por 1.000.000,00€.

domingo, abril 15, 2018

A Fonte 693

Freguesia de Abril (Alqueva)
Coisa que não falta nesta fonte, é água... mas não para beber.
Porque aqui por estes bandas da aldeia de Alqueva, a melhor forma de matar a sede e a fome (ou seja, a vontade de comer) é sentar à mesa no "Costa do Sol" - aqui mesmo em frente - e pedir um jarro de vinho tinto da região, para ajudar à festa que é o prazer de saborear o "Bacalhau frito" de companha com migas do mesmo e logo seguido do "Lombinho de porco" à moda da casa (recomendo) com migas de espargos silvestres.
Isto tudo para quem gostar, claro...

A Fonte 696

"Cascata dos Pisões" (Sintra) O que são, ou eram, "pisões", afinal? O pisão era um engenho mecânico composto por u...