quarta-feira, março 22, 2006

Flores Maria


Passei por lá ontem e lá estava ela, a Maria, sentada no meio das flores do seu jardim, naquela verdejante encosta virada ao sul, contemplando as cores do ocaso que se aproxima, sombreando todo o relevo dos característicos montes e vales que se avistam ao longe, em terras do Oeste, desde o mar até à Serra do Montejunto.

3 comentários:

Quim disse...

Maria no meio das flores à espera de Godot.
Bom Dia Maria, a flor da tua neta já sorri?

Anónimo disse...

Chora mais do que sorri,é muito comilona e depois são só cólicas do ar e da velocidade com que mama.Os pais nunca conseguem dormir nada.Eu já me tinha esquecido como era,e até estou admirada porque agora estou com mais paciência.Quanto ao meu jardim fico grata ao GIGI pois já não vou lá nem sei desde quando,parece muito bonito,mas,as ervas estão a tomar conta dele,espero para o mês que vem ir até lá e dar uma grande volta naquilo,estava tão bonito o ano passado,estou mesmo triste ,mas também já andava para fazer estas operação quando trabalhava,mas,tinha sido impossivel pois não dava para parar.E agora tens que me dizer quem é o Godot.Nunca o vi mais magro Beijinhos da Maria

Quim disse...

Godot é alguém que nunca chega.
E o bonito espantalho que tens no jardim está à espera dele.
Beijinhos à Flor

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...