quarta-feira, março 22, 2006

falta de tempo


Não tenho tempo!
Pois é, falta-me o tempo, mas não é falta de tempo, é a falta do tempo.
O problema é do mau tempo; o temp está chuvoso, cinzento, nem uma réstia de sol.
Sem o sol, não tenho sombra. Se não há sombra, não há tempo. Portanto, o tempo é o sol e o sol é o tempo.
Não há tempo sem sol. Mas também não há sol sem tempo bom, limpo, claro!
Pronto, está uma merda de tempo - chato - e assim fico sem tempo - chateado - e vou ficar por aqui antes que se acabe o tempo e o este blog se feche automaticamente devido a um "time out".

1 comentário:

Anónimo disse...

è tempo de estar muito quentinho a ler um livro,ou a ver montes de revistas,ou então a embalar um bébé como o meu, o tempo passa rápidamentee cada vez ela vai ficando maior,cada dia mais umas 45 gramas,e com o tempo vai crescendo,até chegar o tempo em que ela deixará de ter tempo até mesmo para ela, e para nos aturar.Chau Maria

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...