sexta-feira, fevereiro 24, 2006

o Jardim



Cai chuvinha de mansinho
Não caias em cima de mim
Eu estou velha e cansada
E não sou nenhum jardim

Se eu tivesse um jardim
Ia para o meu das flores
E aí esperava pela chuva
Para regar meus amores

(Avó Tina)

1 comentário:

Anónimo disse...

Este é dedicado a mim a Maria.Gosto de jardins e de amores perfeitos salpicados com gotas finas de chuva,são mesmo lindos.Nunca tive sorte com estas flores.morrem sempre.OBRIGADA GI

Amanhecer DCI

Anfiteatro Keil do Amaral (Parque do Monsanto, Lisboa) Tudo a postos, faltam algumas horas para o início das festas ao ar livre, na cid...