quinta-feira, fevereiro 16, 2006

agonia



Ali, depois de acordado,
co rosto banhado em água,
deste sonho imaginado,
vi que todo o bem passado
não é gosto, mas é mágoa.


Luís de Camões, disse, escreveu, mas sentiu? Talvez não!?
Mas eu sei...
É triste, é mais que mágoa, é pior que tudo, acordar para uma realidade que, contra a vontade, contra o sentimento, se recusa ver, perceber, aceitar, confirmar o que de há muito se receia ser verdade - 20 anos passados, na esperança de serem gostosos, foram afinal sofrimento, tormento.

Ó agonia, ó máxima frustação... e agora? Não há nada a fazer, não há volta a dar, não há regresso e frustração não serve para ninguém.
Então, em frente é que é preciso, sem levar rancor, nem nada, nada disso, apenas...
desalento... é tudo o que resta.
Que se lixe, quem mandou ser besta.

1 comentário:

Anónimo disse...

Não estejas triste,porque existe sempre alguém por ai, para nos dar nem que seja uma palavra amiga.
O FRACASSO É A OPURTUNIDADE DE COMEÇAR DE NOVO COM MAIS INTELIGÊNCIA.Beijo da Maria

Amanhecer DLXIII

Praia das Maçãs, Sintra C'est en septembre Quand les voiliers sont dévoilés Et que la plage, tremblent sous l'ombre D'un...