quarta-feira, fevereiro 15, 2006

autoretrato 2


no limiar do tempo

resta um fugaz reflexo
de vida para aproveitar
encontros de luz e de cor
vou continuar a fotografar
hoje no frio, amanhã no calor
sem me importar com o nexo

que se lixe quem não gostar

Sem comentários:

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...