sexta-feira, fevereiro 24, 2006

a Casinha


(Casas Saloias - Colares)

Muito adoro a minha casa
Mesmo sendo pobrezinha
Dá-me todo o seu conforto
Dentro dela sou uma rainha

Mas o meu reinado acabou
Sou uma rainha reformada
Descanso de noite e de dia
E de manhã estou cansada

De manhã quando acordo
Logo à mente me vem
P'ra que abro eu os olhos
Se em casa vejo ninguém

Minha casa bem pequenina
Pequenina mas amorososa
Acolhe-me bem dentro dela
Como se eu fosse uma rosa

(memórias de minha Mãe)

2 comentários:

cristina disse...

"Numa casa portuguesa fica bem
Pâo e vinho sobre a mesa"
Bom fim de semana

Anónimo disse...

E numa casa Belga também.Beijinhos para a Cristina da Maria.

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...