quarta-feira, janeiro 18, 2012

Trovas antigas



A torre alta de Marvão
Escuta o murmúrio dos céus
E diz baixinho, aos que estão,
O que ouve dizer a Deus.

(José Amaro)

5 comentários:

Maria disse...

Quando era nova subia
Quatro andares sem me cansar
Agora velha e estafada
Chego cá sem respirar.

E digo sempre: Meu Deus
Como pude cá chegar?
Deus, que está perto, responde:
Estava aqui, p’ra te ajudar.

Maria

o raio das escadas são altas!

O Bicho disse...

Faz bem ao coração,
subir escadas devagar
até ao quarto andar,
activa a circulação.

Maria sobe, sobe a escada,
sobe e não pode que vai cansada.
Sobe, Maria, Maria, sobe,
sobe que sobe sobe a escada.

(Bicho Gedeão)

Kim disse...

Trovas antigas?
Saudades loucas!

Maria disse...

Já não sou nova, desengonçada
Se me faz bem, não dou por nada.
Chego cá cima, descadeirada,
Mas subir, subo, o raio da escada.

Se trago sacos, venho cansada
cansada fico, mesmo sem nada.
Como não tenho elevador
lá subo a escada, este estupor.

Maria Gedeona

O Bicho disse...

Eu fico a pensar como será
subir ao meu 5º andar
quando faltar o dinheiro
na conta do condomíniom,
para pagar o elevador...

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...